Leituras Espirituais » Para refletir » Grandes problemas da vida

Grandes problemas da vida

Grandes problemas da vida
Leitura Espiritual - Grandes problemas da vida

Tomar uma decisão muito importante geralmente representa um grande problema na vida. Não conseguimos vislumbrar uma solução clara para o problema. Mas você não tem apenas um problema, você é parte dele assim como parte da solução. Os Rosacruzes postulam que nunca somos confrontados com um problema que não possamos resolver. Nossa responsabilidade está em descobrir em aplicar nossos recursos interiores na superação do problema.

O primeiro passo na resolução de um problema está em aceitar o fato de que tudo o que experimentamos agora, agradável ou desagradável, só bem mais tarde poderá ser reconhecido como um apoio no processo de alcançar nosso próprio objetivo na vida. De qualquer forma, todo problema tem um potencial pedagógico embutido.

Leia também:  Os Ratos

O segundo passo é desejar, verdadeiramente, superar o problema, mesmo que não se saiba, a priori, como. O desejo é uma força poderosa e útil, sendo crucial na resolução de problemas. Até mesmo a solicitação do auxílio cósmico ou o direcionamento da forças cósmicas depende do desejo. Avaliando francamente o que deseja, várias vezes, poderá se surpreender ao descobrir que seu desejo não é o ponto principal do problema. Que você está desejando uma solução errônea.

Para que possamos ser conduzidos corretamente rumo à solução de nossos problemas, é necessário expor um problema de cada vez a Sabedoria intima por meio da harmonização e da meditação. É importante uma fase precedente de raciocínio, mas após é fundamental abandonar o problema à Mente Divina em nosso interior. Isso se faz relaxando completamente e pedindo ao Mestre Interior que mos oriente acerca da dificuldade enfrentada. Isso pode ser resumido em uma frase simples, como “desejo orientação sobre o problema tal…”.

Leia também:  VOCÊ… (Nas Entrelinhas da Espiritualidade)

Após, devemos esquecer a petição e apenas colocar-se em estado receptivo, tentando não pensar em nada. A reposta, certamente, virá. Ela pode vir no mesmo momento da meditação ou depois, no período mais inesperado.O fato é que ela vêm, e sempre é acompanhada de um sentimento de júbilo e certeza que não podemos descrever em palavras, apenas sentir.

Comente sobre o texto